Pré-Caju está projetado para novembro de 2022, afirma empresário

Pré-Caju está projetado para novembro de 2022, afirma empresário

- EmBahia, Destaques
Share Button

precajufdegO retorno do Pré-Caju, festa que já foi considerada a abertura oficial do Carnaval brasileiro, pode acontecer em 2022, na Orla da capital sergipana. A confirmação feita pelo vereador Fabiano Oliveira (PP) que também é sócio da Augustus Produções, responsável pelo evento. Segundo o empresário, a expectativa é que o evento aconteça nos dias 5 e 6 de novembro.

O retorno da festa foi ensaiado no ano passado, quando Bell Marques arrastou uma multidão por 4 km, do Hotel Parque dos Coqueiros até o Mambo Beach Aju, em Aracaju. Com o sucesso do evento organizado pelo empresário, cresceu a expectativa pela volta do Pré-Caju, que não acontece há sete anos. Na época, foi avaliada a possibilidade da festa ocorrer em outubro de 2020, mas a pandemia frustou a possível retomada da folia.

À reportagem, o parlamentar afirmou que estão sendo avaliados os índices relacionados à covid-19 no estado, como casos, mortes, internações, e defendeu a vacinação contra doença, medida importante para o retorno efetivo e seguro dos eventos.

“Os produtores e realizadores de eventos movimentam mais de 70% da economia, somos os maiores incentivadores da vacinação. Pois as pessoas só podem frequentar os eventos mostrando o cartão da vacina. Quando a gente fala de evento, não é somente show musical, são feiras, formaturas, casamentos. Fazer evento é uma responsabilidade. O Pré-Caju está projetado para novembro de 2022 na Orla da Atalaia, nos dias 5 e 6 de novembro, e, já acredito no São João sendo realizado em grande porte, já aberto”, disse.

Após passar 14 anos fora da vida política, Fabiano disputou as eleições em 2020 e hoje ocupa uma cadeira na Câmara de Aracaju. Na Casa Legislativa, ele também integra a mesa diretora como primeiro secretário. Ao site, ele afirmou que decidiu voltar para a política por causa das necessidades do entretenimento, turismo e cultura no estado.

“Desde o começo da pandemia estamos fazendo um trabalho muito consistente nestas áreas, sempre dialogando com o trade, com a ABIH [Associação Brasileira de Indústria de Hotéis], ABRASEL [Associação Brasileira de Bares e Restaurantes], Abrape [Associação Brasileira dos Promotores de Eventos], agentes de viagens, temos assento no Comitê-científico, dialogando com o governador e com o prefeito de Aracaju, travando insistentemente esse debate de forma construtiva”, afirmou.

Eventos no estado
Desde novembro, está em vigor em todo o estado a segunda fase da ampliação dos eventos. Segundo o decreto do governo estadual, não há mais limite de público para eventos realizados em Sergipe.

Apesar da flexibilização, é preciso seguir alguns protocolos. São eles: o organizador deve ter autorização da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para realizar o evento, o público precisa comprovar que está devidamente vacinado com as duas doses (ou dose única) da vacina contra a Covid-19, ou ainda, apresentar algum teste que comprove a não infecção pela doença. O uso de máscara permanece obrigatório.

Facebook comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *