Auxílio Emergencial 2021: 1ª parcela começa a ser paga a beneficiários do Bolsa Família; veja calendários

Auxílio Emergencial 2021: 1ª parcela começa a ser paga a beneficiários do Bolsa Família; veja calendários

- EmBrasil, Destaques
Share Button

IMG_6292dinheiroPrimeiros a receber são trabalhadores com número do benefício encerrado em 1. Para quem não é do programa, pagamentos começaram em 4 de abril.

Os trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família começam a receber, nesta sexta-feira (16), a primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021. Os primeiros a receber, já nesta sexta, são os trabalhadores com número do NIS encerrado em 1.

Segundo o Ministério da Cidadania, 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família receberão o Auxílio Emergencial em abril – num total de R$ 2,98 bilhões. Mais de 50% desse público (5,098 milhões de pessoas) são mulheres chefes de família, que receberão R$ 375 cada uma. Outros 3,34 milhões receberão parcelas de R$ 250, enquanto 1,56 milhão terão pagamentos de R$ 150.
Para os trabalhadores que não fazem parte do Bolsa Família, os pagamentos começaram em 6 de abril. Os nascidos em janeiro a maio já receberam a primeira parcela.
Os pagamentos da primeira parcela do benefício, para todos os públicos, vão até 30 de abril (veja nos calendários mais abaixo).

A ajuda creditada nesta sexta será paga da mesma forma que o Bolsa Família.

VEJA QUEM RECEBE NESTA SEXTA:
trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, cujo número do NIS termina em 1, e que se enquadram nos critérios do programa
Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/
Calendários de pagamento
Veja abaixo os calendários de pagamento.

BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA
Auxílio Emergencial 2021 Bolsa Família — Foto: Economia G1
Auxílio Emergencial 2021 Bolsa Família — Foto: Economia G1

BENEFICIÁRIOS FORA DO BOLSA FAMÍLIA
Calendário Auxílio Emergencial 2021 — Foto: Economia G1
Calendário Auxílio Emergencial 2021 — Foto: Economia G1

Facebook comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *