Mulher morre em Simões Filho com sintomas do coronavírus; óbito está sendo investigado pela Secretaria de Saúde

Mulher morre em Simões Filho com sintomas do coronavírus; óbito está sendo investigado pela Secretaria de Saúde

- EmDestaques
Share Button

Na manhã desta segunda-feira, 23/03 uma mulher que não teve o nome, nem a idade revelada deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), situado no bairro CIA I, em Simões Filho, já em óbito e como relatado pelos familiares aos profissionais de Saúde, ela apresentava sintomas característicos do Covid-19.

A secretária de Saúde, Iridan Brasileiro, confirmou o óbito, durante LIVE, por meio das redes sociais e salientou que o material foi coletado, encaminhado para o LACEN, se encontra sob investigação e a pasta cobra agilidade do resultado ao Estado.

A Titular da Saúde, reforçou que “até o momento nenhum caso da doença foi diagnosticada no município”. “Seguimos com dois casos que estão em fase de leitura dos exames coletados no laboratório central do Estado, mas até o momento não temos confirmação”, disse Brasileiro.

Iridan esclareceu ainda que em conversa com familiares da paciente, “até para investigar qual seria a possível causa”, teve ciência que a mesma apresentou sintomas relacionados ao Covid-19. “Isso nos fez tomar medidas, conforme recomenda o protocolo, fizemos a coleta mesmo estando em óbito e encaminhamos para análise, além do isolamento”.

A Secretaria de Saúde de Simões Filho orienta aos moradores, que ao sentir qualquer desconforto respiratório, se faz necessário a busca por uma unidade de Saúde em caráter de emergência.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que os sintomas mais comuns do novo coronavírus (Sars-Cov-2) são: febre, tosse e dificuldade de respirar. A organização diz, ainda, que alguns pacientes podem ter dores, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta ou diarreia.

Neste momento, se faz necessário medidas de prevenção, como ficar em casa, evitar aglomerações, lavar as mãos constantemente com água e sabão, evitar tocar no rosto, evitar contatos próximos, tais como aperto de mãos e abraços. E, em caso de sintomas que correspondam aos citados, procure uma unidade de emergência mais próxima.

Informações Mapele News

Facebook comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *