Mulher acusada de matar filho de 4 anos comparece à delegacia em Simões Filho e nega crime

Mulher acusada de matar filho de 4 anos comparece à delegacia em Simões Filho e nega crime

- EmDestaques, Policial
Share Button

A criança morreu por traumatismo craniano e familiares armaram que a mãe seria a responsável pelo óbito.

delegaciasimoiefhbfvA mulher que foi acusada pela morte de seu filho, ocorrida na segunda-feira (1), em Simões Filho, compareceu à 22ª Delegacia para depor. Ela era considerada foragida, mas, segundo a própria, esteve ocupada organizando o funeral da criança. Acusada por familiares, a suspeita nega ter cometido o crime e um inquérito para a apuração dos fatos foi aberto.

“Quando ela viu a repercussão na mídia, ela espontaneamente  compareceu à delegacia com  o companheiro, estarrecida pela morte do filho e pela repercussão que o caso ganhou”, afirma o Delegado Leandro Acácio, titular da 22º DT.

Segundo relatado pela suspeita, a moto do seu companheiro estava em casa e seu filho brincava nela, quando se desequilibrou, foi ao chão e bateu a cabeça. Ele pareceu se recuperar rapidamente e continuou a brincar, mas, no domingo (31), passou a sentir dores na cabeça e teve convulsões.

Desta forma, foi dada a entrada no Hospital Municipal de Simões Filho, mas a criança não resistiu e foi a óbito por traumatismo craniano.

Familiares apontaram a mãe do garoto como responsável por sua morte, já que, segundo eles, esta tinha histórico de violência contra a criança. A mulher confirma um episódio de 2020, quando encostou uma colher quente na mão do filho, a m de “castigá-lo”, mas nega ter tido qualquer envolvimento em sua morte.

Nos grupos de Whatsapp de Simões Filho, circulam áudios onde pessoas a chamam de assassina e pedem até mesmo sua morte, ignorando a investigação em curso. “Eu acho muito prematuro ainda a gente tecer qualquer tipo de indicação de autoria com relação a esse fato”, o Delegado Leandro Acácio afirmou em entrevista ao Bahia No Ar.

Informações Bahia No Ar

Facebook comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *