Iluminação em Salvador será modernizada e contará até com aplicativo

Iluminação em Salvador será modernizada e contará até com aplicativo

- EmRMS
121
0

Desde 2013, a iluminação em Salvador tem avançado bastante e possibilitado, cada vez mais, melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Além da implantação de novos postes e lâmpadas e luminárias em LED, a Prefeitura também desenvolve outras ações que estarão disponíveis para a população em breve, a exemplo do aplicativo Ilumina Salvador e a implantação de um novo parque de iluminação com o que há de mais moderno no país nessa área, através de Parceria Público-Privada (PPP) e cujo edital deverá ser lançado este ano.

O balanço dos investimentos no setor e as próximas ações foram o foco do 1º Seminário de Iluminação Pública: Avanços e Desafios da Iluminação Pública em Salvador, realizado nesta segunda-feira (2), no Real Classic Bahia Hotel, na Pituba. Promovido pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), por meio da Diretoria de Iluminação Pública (DSIP), o evento contou com as presenças do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, além do secretário Marcus Passos (Semop), do diretor da DSIP, Júnior Magalhães, demais gestores municipais e representantes de empresas prestadoras de serviços, da Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba), do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) e da Controladoria Geral do Município (CGM).

O prefeito salientou que será investido cerca de R$1,5 bilhão na PPP, a primeira do tipo em toda a história da capital baiana. “A lógica desta PPP é antecipar os investimentos que levariam muito tempo para serem realizados apenas pela administração municipal. A intenção é fazer, em cinco anos, o que seria feito em 15 anos. Todos os cuidados legais estão sendo tomados na construção dessa parceria, com um processo totalmente transparente – mais de 60% dos questionamentos feitos pela população foram acolhidos. Espera-se que, com o lançamento do edital, surja o maior número de interessados em participar do processo para que, assim, consiga-se a melhor proposta”, completou ACM Neto.

Junior Magalhães também anunciou a entrega de mais de 70 vias modernizadas em LED, englobando grandes avenidas e ruas indicadas pelos cidadãos através do programa Ouvindo Nosso Bairro. Foi implantado, ainda, o sistema de rondas diárias na capital, que percorrerá até 500 quilômetros por dia para monitoramento da iluminação. A frota do serviço contará ainda com rastreamento, plotagem e nova marca. “Com a PPP, vamos atender a uma das principais necessidades dos cidadãos, já que a iluminação também oferece uma maior sensação de segurança. A intenção é dar uma resposta cada vez mais rápida à população”, pontuou o diretor de Iluminação Pública.

Aplicativo – Na ocasião, foi apresentado o aplicativo Ilumina Salvador, ferramenta inovadora com georeferenciamento de locais como praças, quadras, campos e passarelas, para utilização interna e encaminhamento de solicitações para as empresas prestadoras de serviço do município. A ferramenta é integrada a órgãos como a DSIP, Ouvidoria Geral do Município, Prefeituras-bairro e Diretoria do Centro Histórico da Cidade. Futuramente, a ferramenta deverá ser disponibilizada aos cidadãos.

PPP – Em fase final do processo para o lançamento do edital, a Parceria Público-Privada para Modernização do Parque Tecnológico de Iluminação de Salvador deverá trazer diversos benefícios para a população. Uma delas é a economia em 50% dos gastos com energia elétrica, assim como o aumento da luminosidade em 30% e vida longa dos equipamentos – até 20 anos. Também será criada a Telegestão da Iluminação, que vai monitorar todo o sistema através de uma central.

Dentre as capitais, apenas Belo Horizonte possui PPP em iluminação.

Números atuais – Com cerca de 170 mil pontos, o parque de iluminação em Salvador hoje é composto da seguinte maneira: 78% das lâmpadas são de vapor de sódio, 26% são metálicas e 2% em LED. Nos últimos cinco anos, foram investidos R$100 milhões na modernização. Nesse período, a cidade passou a contar com aumento de 10% no número de novas luminárias e pontos de iluminação, representando mais de 50 mil pontos modernizados.

Nos últimos anos, a gestão da iluminação pública na cidade também recebeu outros avanços, como o estabelecimento de rondas diárias em toda a capital; o Código de Conduta e Postura para realização de melhores práticas de gestão e fiscalização; e o Olho Vivo – videomonitoramento realizado a partir do Centro de Operações Especiais, da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e do Núcleo de Operação Assistida (NOA), da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Dentre os principais desafios do setor estão a redução do consumo de energia, que hoje chega a 38% do orçamento para a área; a agilização do atendimento das demandas registradas por meio do Fala Salvador – apenas nestes primeiros meses de 2018 foram 18 mil atendimentos; e combate ao furto de cabos, que chega a R$500 mil reais de prejuízo aos cofres municipais.

Share Button

Facebook comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *