BaVi é encerrado após nove expulsões e por falta de atletas em campo

BaVi é encerrado após nove expulsões e por falta de atletas em campo

- EmEsporte
66
0

Um mais um BaVi marcado por confusões e tensão dentro e fora de campo, o jogo foi encerrado por falta de atletas após nove expulsões, no Manoel Barradas, o Barradão. Denilson marcou pelo Vitória. Vinícius descontou. 

Na quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), o Vitória encara o Jacuipense no estádio Valfredão, em partida atrasada da 5ª rodada do Campeonato Baiano. O Bahia entra em campo no dia seguinte, às 21h15, o Bahia entra em campo para enfrentar o Náutico, na Arena Fonte Nova, pela Copa do Nordeste.

O QUE DIZ O REGULAMENTO

Art. 56 – Nenhuma partida poderá ser disputada com menos de sete (7) atletas ou com a ausência de um dos clubes disputantes.

§ 3º – Após o início da partida, se uma das equipes ficar reduzida a menos de sete (7) atletas, dando causa a essa situação, tal equipe perderá os pontos em disputa.

§ 4º – O resultado da partida será mantido, na aplicação do § 3º, se, no momento do seu encerramento, a equipe adversária estiver vencendo a partida por um placar igual ou superior a três (3) gols de diferença; e se tal não ocorrer, o resultado considerado será de três a zero (3 x 0) para a equipe adversária.

§ 5º – Os impedimentos automáticos e as penalidades impostas pelo STJD pendentes de cumprimento pelo clube ou pelos atletas do clube que não deu causa ao W.O., serão considerados cumpridos em ocorrendo quaisquer das hipóteses constantes do caput ou parágrafos deste artigo.

O JOGO

Após a saída de bola, o Bahia trabalha a bola e encontra Kayke em boas condições para o arremate. Bruno Bispo puxou o atacante tricolor pelo braço e levou amarelo. Na cobrança de falta, Zé Rafael bateu mal e a bola ficou na barreira.

O Bahia dominou as ações no começo da partida. Aos 11 minutos, após cobrança de falta, a bola desviou na zaga do Vitória e sobrou para Élber, que mandou no canto de cabeça. Fernando Miguel salvou com uma bela defesa.

Enfim, aos 15 minutos da os donos da casa “acordaram”. Kanu entrou sozinho na área e mandou em cima de Douglas. Na sobra, Neilton u forte, mas chutou para fora.

Empurrado pela torcida, o Vitória melhorou seu rendimento em campo. Aos 24 minutos, Bryan cruzou para a área, e a zaga do Bahia afasta. Na sobra, Ramon pegou o rebote e arriscou de longe. A bola desviou na zaga do Bahia foi pela linha de fundo.

Aos 33 minutos, o Vitória encontrou o caminho do gol. Após boa jogada de Neilton pela direita, a bola sobrou para Rhayner. O meia achou Denílson em boas condições para o arremate. O “Pernalonga”, como é conhecido, chutou forte, mas Douglas salvou o Bahia na primeira. No rebote, o atacante pegou a sobra e balançou a rede no Barradão. Muita reclamação dos jogadores do Bahia. Segundo eles, Denílson ajeitou com o braço.

No final da primeira etapa o Bahia teve a chance de empatar a partida. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Edigar Junio dentro da área. O atacante, sozinho, mandou para longe e perdeu uma boa chance.

Segundo tempo

Logo no início da segunda etapa, após uma cobrança do escanteio, a bola bateu na mão de Uilian Correia. Na cobrança, Vinícius bateu bem e empatou o jogo no Barradão.

CONFUSÃO: Vinícius comemora o gol com sua tradicional dança, mas os jogadores do Vitória não gostam. Fernando Miguel partiu para cima do atleta tricolor, que é agredido por Kanu e Denílson. O clima ficou tenso no Manoel Barradas. Confusão também na torcida do Bahia. Clássico marcado por violência no estádio.

Ao todo foram cinco expulsões: Kanu, Denílson e Rhayner; pelo Vitória. Lucas Fonseca e Vinícius expulso no Bahia.

Lamentável! Após agredir Vinícius com dois socos, Kanu foi ovacionado pela torcida do Vitória.

Com um a mais e atrás do placar, o Bahia foi para cima. Aos 27 min, Bryan se atrapalhou no domínio da bola e Nino aproveitou a chance para finalizar com perigo.

Zé Rafael avançou em velocidade e é parado com falta por Uillian Correia, que recebe o segundo cartão amarelo. Vitória com 7 em campo.

Após atrapalhar recomeço do jogo, Bruno Bispo também recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Jogadores do Vitória cavaram mais uma expulsão para que o jogo seja finalizado no Barradão. Leão tem cinco expulsões e, com isso, força o final da partida.

Dá para acreditar? Após o apito final, a torcida do Vitória comemorou fim de jogo com a expulsão forçada pela equipe.

FICHA TÉCNICA

Vitória x Bahia – 6ª Rodada do Campeonato Baiano de 2018
Data e horário: Domingo, 18/02, às 16h
Local: Barradão – Salvador
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias
Cartãões amarelos: Bruno Bispo, Yago, Fernando Miguel e Uillian Correia (VIT); Zé Rafael, Gregore, Douglas, Tiago e Anderson (BAH)
Cartão Vermelho: Rodrigo Becão, Edson, Lucas Fonseca e Vinícius (BAH); Kanu, Denílson, Rhayner, Uillian Farias e Bruno Bispo (VIT)
Gols: Denílson (VIT); Vinícius (BAH)

Fernando Miguel; Zé Welison, Kanu, Bruno Bispo e Bryan; Uillian Correira, Ramon, Yago e Rhayner; Neilton e Denílson. Técnico: Vagner Mancini

Douglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Mena; Gregore; Elber (Allione), Vinícius, Zé Rafael e Edigar Junio; Kayke. Técnico: Guto Ferreira

Share Button

Facebook comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *