Pagina Inicial
WhatsApp ganha função de picture-in-picture para chamadas de vídeo – Simões Filho Em Pauta

WhatsApp ganha função de picture-in-picture para chamadas de vídeo



Um novo recurso do WhatsApp está disponível para uma fração muito pequena de usuários. Nesta semana, o app recebeu um update na versão beta, disponível para usuários cadastrados como testadores, que permite realizar chamadas de vídeo no modo picture-in-picture. Ele possibilita continuar fazendo outras coisas no celular enquanto a chamada ocupa apenas um cantinho da tela.

O motivo de o recurso ser tão restrito é que ele só vai funcionar com usuários que estejam rodando a versão beta na prévia de desenvolvedores do Android O, que por enquanto só está disponível para aventureiros (porque o sistema ainda está extremamente cru) com um celular Pixel ou Nexus.

No Android Nougat, quando você faz uma chamada de vídeo e pressiona o botão “Voltar”, o vídeo é pausado e a chamada continua apenas por voz enquanto você não volta para a interface do WhatsApp. Para a seleta parcela de usuários que faz parte do grupo de testes tanto do Android O quanto do aplicativo, no entanto, o vídeo continua rolando num cantinho enquanto você faz outras tarefas.

A janelinha flutuante pode ser livremente movida pela tela, mas ela só é fixada nos quatro cantos quando você a solta. Ao tocar na janela, ela aumenta um pouco de tamanho e volta ao normal quando o usuário volta a tocar em algum outro canto da tela. Também é possível deslizar o quadro para baixo da tela, o que dispensa a janelinha e pausa o vídeo, mantendo a conversa apenas em áudio.

É difícil acreditar que o recurso esteja disponível para todos os usuários de Android quando ele sair do beta do WhatsApp. Isso porque a versão O do sistema operacional trouxe novas ferramentas, sendo uma delas a API de picture-in-picture, que permite que desenvolvedores aproveitem essa funcionalidade. Outros apps, como Duo, VLC, Chrome e o Google Play Movies, já estão fazendo uso do recurso para quem usa o Android O, com outros provavelmente seguindo o mesmo caminho em breve.

Se a função do WhatsApp for realmente limitada ao Android O, as perspectivas para a maior parte dos usuários é péssima. Tradicionalmente, uma nova versão do Android só se torna a mais popular dois anos após o lançamento, o que significa que a maioria do público só teria acesso ao recurso em 2019.

Visualizações:
166
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *