Pagina Inicial
Jovem é encontrado morto na Case, em Simões Filho; segundo em menos de uma semana – Simões Filho Em Pauta

Jovem é encontrado morto na Case, em Simões Filho; segundo em menos de uma semana



 

O clima é tenso na Comunidade de Atendimento Socioeducativo – Case CIA, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador. Na manhã desta quinta-feira (14), mais um adolescente foi encontrado morto na unidade.

O jovem foi encontrado pelos socioeducadores com um lençol amarrado ao pescoço. A suspeita é de que ele tenha cometido suicídio, mas esta versão ainda precisa ser confirmada ao longo das investigações. Ele cumpria medida socioeducativa de internação por ato infracional cometido no interior da Bahia.

A Fundac também está trabalhando na apuração do caso. Até o momento, foi constatado que a equipe que atuava no alojamento onde o adolescente foi encontrado contava com cinco socioeducadores, dois coordenadores e um coordenador de segurança. De acordo com a direção da unidade, esse efetivo superior ao que determina o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo – Sinase.

Segundo o presidente da Sindap (Sindicato do Agente Disciplinador Penitenciário e Disciplinador), Lourival Alves dos Santos, o cenário na Fundac é o pior possível. “Está superlotado aqui, a unidade tem capacidade para, no máximo, 80 menores infratores. Hoje, tem 120. Cada agente socioeducativo ‘toma conta’ de três menores. Sem condições. Há um descaso total da diretoria da Fundac”, afirma.

A morte do adolescente está sendo investigado pela Delegacia do Adolescente Infrator – DAI. A informação foi confirmada pela secretaria de Comunicação do governo. Além da DAI, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP- e o Instituto Médico Legal foram acionados para investigar o caso.

Este é o segundo caso registrado em menos de uma semana. No último domingo (10/7), outro jovem não resistiu aos ferimentos após ser espancado durante uma briga na unidade.

No último domingo (10), o jovem foi espancado durante uma briga no alojamento Case, em Simões Filho. Ele foi encaminhado ao Hospital do Subúrbio , após se envolver numa briga entre grupos rivais. O garoto, no entanto, não resistiu aos ferimentos. Ele foi enterrado na tarde da última terça-feira (12), no Cemitério de Candeias.

cente está sendo investigado pela Delegacia do Adolescente Infrator – DAI. A informação foi confirmada pela secretaria de Comunicação do governo.

O jovem foi encontrado pelos socioeducadores com um lençol amarrado ao pescoço. A suspeita é de que ele tenha cometido suicídio, mas esta versão ainda precisa ser confirmada ao longo das investigações. Ele cumpria medida socioeducativa de internação por ato infracional cometido no interior da Bahia.

A Fundac também está trabalhando na apuração do caso. Até o momento, foi constatado que a equipe que atuava no alojamento onde o adolescente foi encontrado contava com cinco socioeducadores, dois coordenadores e um coordenador de segurança. De acordo com a direção da unidade, esse efetivo superior ao que determina o Sistema Nacional de Atendimento

Visualizações:
177
Outras Notícias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *